Vinagres gourmet são excelentes aliados em receitas especiais

Em melhores mordidas | 08/12/2014Comentários

 

 

Existem muitos tipos de vinagres no mercado. E o seu uso é variado e democrático: vai desde a higienização dos alimentos à saborização de pratos e pode ser encontrado, hoje em dia, em todos os mercados e com preços mais acessíveis. Mas, a escolha de um bom rótulo pode ser o aliado que faltava à sua receita. Sim, estou a falar do vinagre, esse velho aliado da gastronomia e que tem conquistado lugar de destaque nas mesas mais sofisticadas.

 

 

Os vinagres mais comuns são o Agrin, os de vinho branco e tinto e os de frutas. Vamos falar um pouquinho sobre cada um deles. O vinagre Agrin, o famoso tipo comum, é muito ácido. Ele é indicado na higienização dos alimentos e, pelo mesmo motivo, não faz bem á saúde. Não é bom usá-lo na hora de temperar. O Vinagre de vinho pode ser branco ou tinto. O branco, de sabor mais suave, e o tinto, mais vigoroso. Este, além de temperar, é muito usado para marinar carnes. Há pesquisas que garantem que ele ajuda a emagrecer. O Vinagre de maçã, e de frutas em geral, são os menos ácidos. Contêm ação antioxidante, que ajuda a retardar os efeitos do envelhecimento, e têm sabor mais leve e que interfere menos no gosto natural dos alimentos. ótima escolha para temperar saladas.

 

 

Não tão novos assim, mas menos comuns nas prateleiras dos supermercados, estão os vinagres orgânicos, que trazem em seus ingredientes produtos de origem orgânica. Além de serem bons aliados da saúde, possuem um sabor especial.

 

 

Na linha gourmet, que não pode faltar na minha dispensa, estão os vinagres aromatizados, que misturam ervas, especiarias, frutas e os balsâmicos, do tipo mais “nobre” de vinagre, de sabor acentuado e rico e textura mais densa.

 

vinagres gourmet

 

Os chamados vinagres gourmet são preparados a partir de frutas, de champanhe ou de vinhos como Cabernet e Pinot Noir, entre outros. As diferenças básicas entre o vinagre comum e o gourmet estão na matéria-prima e no processo de fabricação, que pode incluir até envelhecimento em barris de carvalho. O gourmet é feito a partir de ingredientes mais nobres, com uma produção cuidadosa. E por isso conferem um sabor especial às preparações. No entanto, não se deve abusar. Eles são ótimos para dar um sabor especial, mas o uso exagerado pode acabar com o sonho da receita perfeita!

 

 

Aprenda a usar alguns tipos de vinagre gourmet com algumas sugestões de harmonização:

 
Vinagre de champanhe: combina com peixes e frutos do mar.
Vinagre de estragão: vai bem com carnes de sabor mais forte e peixes em geral.
Vinagre de sidra de maçã: adequado para temperar pratos frios, como salada de pato e carpaccio. Também combina com molhos frios agridoces, mas não é recomendado para temperos ou molhos quentes.
Vinagre balsâmico de Modena: produzido na Itália, é ideal para reavivar o sabor de carnes, em especial as de vaca e de pato. Também funciona como tempero de peixes defumados, como truta e salmão.
Vinagre de framboesa: indicado tanto para temperar carnes e condimentar saladas de batata como para dar um toque diferente a uma salada de frutas.
Vinagre balsâmico branco: de paladar doce e suave, combina com saladas e serve para realçar o sabor de carnes e pescados defumados. Também pode ser usado em sobremesas.
Vinagre de vinho ao alho: bom para temperar saladas, carne de cordeiro e de porco.

 

 

 

Dicas anotadas?

 

 

 

 

 

 

 

Tags:

[fbcomments]