Mercado da Ribeira, em Lisboa: novo, moderno, gourmet

Em radar | 29/07/2014Comentários

 

 

Com muita história para contar desde a sua inauguração em 1 de janeiro de 1882, o Mercado da Ribeira é obrigatório no roteiro de quem visita Lisboa. Principalmente para quem aprecia o mundo da gastronomia. Revitalizado, este nosso mercado está cheio de vida e agora, mais que nunca, é fonte inesgotável de inspiração!

 

 

Uma grande satisfação foi ver que a estrutura do antigo mercado foi preservada. Olhei para o céu e vi que o seu telhado típico de ferro e vidro continua lá, intacto. Não que eu seja uma expert na matéria, mas olhar e perceber que as obras respeitaram o projeto de arquitetura original, deu-me certo conforto. Sem grandes alterações na estrutura, foram instalados novos espaços de lazer e convívio, assim como alguns novos serviços. Já na decoração, a excentricidade em doses exageradas transformou o lugar num espaço singular.

 

Mercado-Ribeira03

Moderno e atraente, reúne grandes chefs

 

 

Respira-se modernidade na combinação das cores preto e branco e alguns detalhes são até encantadores, uma vez que acabam por ser uma clara homenagem ao mercado. Saladeiras são candeeiros de teto. O eléctrico (bondinho no Rio de Janeiro), símbolo de Lisboa, também adaptado, ilumina o espaço. Caixas de vinho viraram nichos, prateleiras para expôr produtos. Boules e chávenas de café e chá são objetos flutuantes no espaço.

 

Mercado-Ribeira01

 

 

Depois desta introdução, parece que falamos de um espaço completamente novo. Muita coisa mudou, é fato, mas o que fazia parte da atividade tradicional do Mercado da Ribeira continua a fazer parte. As bancas da fruta, das hortaliças, do peixe e das flores e seus personagens que dão um colorido todo especial ao local continuam por lá. A grande novidade é o novo espaço gourmet num conceito muito simples e bem português: as “Tasquinhas”.
Mercado-Ribeira02

 

É neste ambiente renovado e cheio de glamour que nos deliciamos com o melhor da cozinha tradicional portuguesa, mas com o toque autoral dos grandes chefs deste lugar à beira mar plantado. As propostas são variadas, adaptadas ao conceito das tascas típicas, cheias de personalidade.

 

Mercado-Ribeira05

Bijous Vitor Claro

 

 

 

Assim, a proposta de Alexandre Silva é trabalhar com os produtos que se vendem no local. Toda a frescura da horta e do mar na sua cozinha. Já Miguel Castro e Silva aposta nos petiscos – francesinhas e Bacalhau à Braz estão no cardápio. Henrique Sá Pessoa promete uma releitura da famosa sanduíche de leitão, Marlene Vieira pretende conquistar a clientela com iguarias como lascas de bacalhau em tempura e os mini-hambúrgueres de pato. Vítor Claro coloca a mão na massa e do seu forno saem quentinhos e bons pães com recheios variados. Mas não ficamos por aqui. A bochecha de porco assado com espinafres, os peixinhos da horta e as pataniscas de bacalhau são tentações dignas de um desvio na dieta. Só hoje!

 

Mercado-Ribeira06

Beer experience

 

Para os apreciadores da cerveja artesanal, na praça central, especialistas dão dicas de como tirar a sua própria imperial, no Beer Experience, da Super Bock. Para quem prefere vinhos, o enólogo do Mercado oferece conselhos personalizados e até um jogo inspirado no estado de espirito dos clientes.

 

Mercado-Ribeira04

Bancas da fruta, das hortaliças, do peixe e das flores também estão no Mercado da Ribeira

 

 

Com todas estas coisas boas a acontecerem no Mercado da Ribeira, se visitar Lisboa não pode deixar de passar por lá. Mais: a sua localização ainda permite tirar partido de um eixo turístico dos mais belos da capital portuguesa: a Baixa Pombalina e o Terreiro do Paço, os bairros de Alfama e Castelo, Jerónimos e Torre de Belém, ficam por ali, na vizinhança.

 

Bom passeio!

 

 

Serviço:

 

Mercado da Ribeira

Rua da Cintura do Porto de Lisboa

1200 Lisboa

 

Tags:

[fbcomments]