Cozinha saudável: risotto Marguerita

Em receitas | 08/12/2014 Comentários

 

 

Hoje acordei inspirada e com alguma disposição para inovar no cardápio de casa. E, a grande inspiração (motivada pela saudade e pela proximidade de uma viagem a Lisboa) foi a minha irmã, que optou por seguir uma dieta vegetariana. Assim a sua dieta é mais saudável, livre de gorduras. Porque gosto muito de cozinhar para a família, assim que aterro em casa dela, faço questão de tomar conta da cozinha e, almoços e jantares ficam por minha conta! Mas o que fazer na próxima visita que a deixe surpreendida? Foi quando me deparei com o programa de cozinha do chef Philipe Biazzi especializado em saúde natural. O tema era Risotto.

 

 

Geralmente este tipo de receita requer um preparo mais elaborado, com um gasto maior de tempo. Mas para esta receita o tempo de preparo é rápido e o resultado delicioso.

 

 

Um detalhe que me chamou a atenção nesta receita é que, além de utilizar ingredientes naturais, como a substituição do queijo parmesão pelo tofu, o creme de leite que entra na receita é de soja e, o mais interessante, na hora do refogado é que os temperos não são confeccionados na gordura. O alho e a cebola vão ficar com um gosto um pouco forte mas o resultado é surpreendente e é uma estratégia para não saturar a gordura.

 

 

INGREDIENTES

  • 2 xícaras de arroz arbóreo
  • 2 xícaras de molho de tomate
  • 1 lata de tomate pelado
  • ¼ de tofu moído
  • ½ xícara de creme de leite de soja
  • 1 cebola picada
  • 3 dentes de alho triturados
  • Sal a gosto
  • 1/3 xícara de azeite
  • 2 tomates picados
  • Manjericão

 

 

MODO DE PREPARO

 

Coloque em uma panela quente o molho de tomate, o creme de leite, a cebola, o alho, e deixe ferver.

Pique o tomate pelado, e acrescente na panela. Coloque algumas folhas de manjericão, acrescente o tofu, o sal, um pouco do azeite, o arroz, e deixe cozinhar por 15 minutos.

Quando começar a secar nas pontas abaixe o fogo e tampe.

Acrescente o tomate picado, o manjericão e o restante do azeite.

Simples assim. Agora teste você!

Mandioquinha: a raiz nutritiva e saborosa enriquece receitas

Em receitas | 08/12/2014 Comentários

 

Nada melhor do que escolher frutas, legumes, raízes e hortaliças da estação para as nossas receitas. Além de terem aparência e textura melhores, se colhidas no tempo certo são muito mais saborosas e nutritivas, já que precisam de menos aditivos químicos para chegarem ao ponto certo.

 

 

Até setembro, é período da safra da mandioquinha, que prefere os meses mais frios para se desenvolver. Rica em Niacina e vitamina A, é dona de muitos nomes diferentes – em português brasileiro, batata-baroa, batata-salsa ou cenoura amarela; em espanhol, apio criolloracachavirracazanahoria blanca ou arracacha. Esse último, aliás, é como a mandioquinha é chamada na língua inglesa. Os franceses, no entanto, chamam de pomme de terre-céleri – a raiz, que não é muito conhecida fora das Américas, é deliciosa e pode ser usada em diversos pratos.

 

 

Na hora de escolher as melhores mandioquinhas na feira, algumas dicas são importantes: as raízes mais frescas apresentam um amarelo mais intenso; evite comprar aquelas cortadas com ferimentos, áreas amolecidas ou manchas escuras; e, principalmente, dê preferência às menores, pois são mais macias. Para conservá-las por mais tempo, guarde em um recipiente bem fechado ou em embalada a vácuo na geladeira. Dessa maneira, as raízes mais frescas duram até cinco dias.

 

 

Deixo aqui duas receitas saborosas que apresentam a mandioquinha tanto como acompanhamento como também no prato principal.

 

 

Medalhões de Filé Mignon com Manteiga de Ervas e Mandioquinha

 

Medalhões de Filé Mignon com Manteiga de Ervas e Mandioquinha

 

 

INGREDIENTES

 

600 g de medalhões de filé mignon

Sal e pimenta do reino moída na hora

Manteiga aromática

100 g de manteiga sem sal na temperatura ambiente

1 ramo de alecrim

1 ramo de salsinha

1 ramo de tomilho

Sal

Mandioquinha

250 g de mandioquinha, cortada em rodelas

2 colheres de sopa de manteiga sem sal

1 ramo de salsa ou ciboulette

 

 

MODO DE PREPARO

 

 

Manteiga aromática:

Com a manteiga na temperatura ambiente, acrescente as ervas picadas muito miudinhas, coloque num pedaço de filme plástico. Enrole e pressione as bordas, com cuidado, formando um cilindro. Leve à geladeira por algumas horas.

 

 

 

Medalhões:

Tempere-os com sal e pimenta, grelhe dos dois lados até atingir o ponto da carne desejado. Reserve para descansar em local morno para que a fibra do filé volte a relaxar. Usando esta técnica o seu filé fica com a carne muito macia. Na hora de servir, coloque uma fatia da manteiga aromatizada por cima de cada medalhão.

 

Mandioquinha:

Em uma panela com água fervente e sal coloque as mandioquinhas por 30 segundos.

Escorra e coloque imediatamente em água gelada para interromper o cozimento.

Derreta a manteiga, adicione as fatias de mandioquinha e salteie.

Polvilhe com salsinha picada ou ciboulette.

Para acompanhar este prato, tomates cereja salteados em azeite, vinagre balsâmico e folhas de manjericão.

 

 

 

 

Suflê de Mandioquinha com pimenta-do-reino branca e noz-moscada (foto em destaque)

 

INGREDIENTES

1 colher (sopa) de manteiga sem sal

1 colher (sopa) de farinha de trigo

1 xícara (chá) de leite

5 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

5 gemas passadas pela peneira e levemente batidas

500 g de mandioquinha cozida e espremida

Sal e pimenta-do-reino branca

Noz-moscada

5 claras em neve

Alecrim picado para polvilhar

Parmesão ralado para polvilhar

Sal

 

MODO DE PREPARO

 

Derreta a manteiga, junte aos poucos a farinha mexendo sempre. Despeje lentamente o leite, sem parar de mexer. Junte o queijo ralado. Tire do lume, despeje numa tigela e deixe arrefecer.

 

Em outra tigela, misture as gemas, a mandioquinha, o sal, a pimenta e a noz-moscada. Junte à massa fria. Por último, coloque as claras em neve, mexendo delicadamente, de baixo para cima.

 

Despeje a massa numa forma própria para suflês (20 cm de diâmetro e 10 cm de altura). Encha a forma deixando 1 dedo na borda. Pode colocar em formas menores (assim, fica pronto mais rápido). Polvilhe o alecrim e o queijo parmesão.

 

Leve ao forno pré-aquecido (180ºC) por 40 min ou até a massa crescer, dourar e ultrapassar a altura da forma. Para saber se o suflê está pronto, faça o teste do palito.

 

Sirva imediatamente, pois o suflê começa a murchar no momento que sai do forno. Acompanhe com salada!

 

mandioquinha

 

 

 

 

Receita: Cheesecake de Outono com maçãs

Em receitas | 13/06/2014 Comentários

 

O Outono é uma estação charmosa. As suas tardes são frescas, às vezes ainda mais refrescantes pelas chuvas da época. É normal em dias assim sentirmos um pouco de nostalgia e o que apetece é ficar em casa, na companhia de uma chávena de chá, fumegante, aromática, uma fatia de bolo de limão ou de torta. E, uns biscoitos de manteiga e laranja para molhar no chá!

» Leia mais

Receita do Mundial de Futebol: o “quitute” que é sinônimo de Salvador, Acarajé

Em melhores mordidas receitas | 17/05/2014 Comentários
acarajé-receita

Quase tão famoso quanto a caipirinha, um dos quitutes, ou petiscos como eu diria, tipicamente baianos mais procurados pelos turistas, e por mim, ultrapassando a moqueca, mas a perder por pouco para a feijoada, o acarajé promete ser uma das estrelas da Copa do Mundo, mais especificamente dos arredores do estádio da Fonte Nova, em Salvador.

» Leia mais

Como preparar um legítimo bagel em casa

Em receitas | 17/03/2014 Comentários
bagel-receita-como-fazer-preparar-em-casa

Das viagens ficam as lembranças. Algumas deixam mesmo saudades. É o caso do bagel, o pão redondo que é a cara de NY e dos EUA em geral. Fora dos EUA podemos reviver o momento num Starbucks. Para quem gosta de se arriscar na cozinha, vou deixar aqui uma dica!

» Leia mais